Olá, Visitante!

22 de Junho de 2018

ARTISTA Dionísio del Santo

Texto: Bolsa de Arte/André Seffrin



[Cotações]
Dionísio del Santo 1925, Colatina, ES 1998, Vitória, ES

Biografia: Pintor, desenhista e gravador. Transferiu-se para o Rio de Janeiro em 1946, tendo se iniciando no desenho por volta de 1940. Com pleno domínio dos processos serigráficos, foi sobretudo nessa técnica que se destacou no panorama da arte brasileira da segunda metade do século XX. Realizou individuais no Rio de Janeiro, em Brasília e em São Paulo, com destaque para a de estréia, em 1965, na Galeria Relevo, a retrospectiva de 1973, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, e a de 1989/1990, apresentada no Paço Imperial, Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo, respectivamente. Participou da mostra Opinião 66, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, da Bienal de São Paulo (1963 e prêmio de aquisição em 1967), do Salão Nacional de Arte Moderna (1967 e isenção de júri em 1968) e de diversas coletivas. Em 1978, conquistou o prêmio de Artes Plásticas do Instituto Brasil-Estados Unidos, no Rio de Janeiro.  

Referências: História geral da arte no Brasil (Instituto Walther Moreira Salles/Fundação Djalma Guimarães, 1983), coordenação de Walter Zanini; Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand (JB, 1987), de Roberto Pontual; Arte construtiva no Brasil: coleção Adolpho Leirner (DBA, 1998), coordenação editorial de Aracy Amaral; Pintura brasileira do século XX: trajetórias relevantes (4 Estações, 1998), de Olívio Tavares de Araújo.

ok