Olá, Visitante!

23 de Agosto de 2017

ARTISTA Leda Catunda

Foto: Divulgação Texto: Bolsa de Arte/André Seffrin



[Cotações]
Leda Catunda 1961, São Paulo, SP

Biografia: Estudou inicialmente na Fundação Armando Álvares Penteado, em São Paulo. Em 1981, participou da Banda Performática, de José Roberto Aguilar. Estudou ainda com Regina Silveira, Nelson Leirner e Julio Plaza. Em 1984, integrou a mostra Como Vai Você, Geração 80?, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro. Realizou sua primeira exposição individual em 1985, na Thomas Cohn Arte Contemporânea, no Rio de Janeiro. Entre suas exposições mais recentes, destacam-se: 1993, Módulo Centro Difusor de Arte, Lisboa (Portugal); 1995 e 1996, Galeria Camargo Villaça, São Paulo; 1997, Paço Imperial, Rio de Janeiro. Tem um extenso currículo de mostras coletivas no Brasil e no exterior, tendo participado da Bienal de São Paulo (1983, 1985 e 1994), da Arco, Feira Internacional de Arte Contemporânea de Madri (Espanha, 1984) etc. Casada com o artista plástico Sergio Romagnolo, dedica-se ainda ao magistério de arte. Em 1987, Aracy Amaral escreveu a seu respeito: "O frescor da jovem arte de Leda Catunda deve-se simultaneamente ao senso de humor inerente às suas peças, à concepção aparentemente juvenil - apesar da artista ter se formado numa escola de arte convencional de São Paulo - e às suas invenções fundadas no suporte de suas obras. De fato, a impressão que se tem é que Leda Catunda concebe suas composições ou assemblages a partir dos materiais que seleciona. Ou que é fascinada pelo suporte eleito e a partir dele realiza, como uma trouvaille, sua pintura incipiente porém plena de encanto no resultado final." (texto publicado no catálogo da exposição Modernidade, Paris)

Referências: Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand (JB, 1987) e Explode geração! (Avenir, 1987), de Roberto Pontual; Leda Catunda (Cosac & Naify, 2000), texto de Tadeu Chiarelli; Marcantonio Vilaça (Cosac & Naify, 2001).

ok