Olá, visitante

AGENDA CULTURAL

ANGELO VENOSA NO MAM RIO

Angelo Venosa

A maior exposição individual do artista plástico Angelo Venosa, que está completando 30 anos de carreira, foi aberta no MAM-Rio, Parque do Flamengo, Rio de Janeiro, RJ. A curadoria é de Ligia Canongia. Algumas das obras expostas foram criadas especialmente para esta ocasião. Foram reunidos 35 trabalhos de diversas fases sendo três deles inéditos.

 

No acervo apresentado, destacam-se três das quatro esculturas sem título apresentadas na edição de 1987 da Bienal Internacional de São Paulo. As figuras lembram tentáculos de animais marinhos, mas a comparação é rejeitada pelo autor. “Elas não fazem referência a algo; não representam nada fora delas mesmas”, diz o artista. Todas impressionam pelo tamanho: a maior delas, exposta como um pêndulo preso ao teto, tem 5 metros de altura. Em 30 anos de carreira, Angelo Venosa tem como marca obras que se transformam. Vidros em várias dimensões, esculturas gigantescas, semelhantes a fósseis pré-históricos. Uma fronteira entre o sombrio e o extraordinário.

 

O trabalho do artista vai além das aparências. Em muitas das obras, é possível enxergar a estrutura de um corpo. O escultor sugere quase sempre um jogo entre vida e morte, realidade e ficção.

 

Sobre o artista

 

Nascido em São Paulo, Angelo Venosa mudou-se nos anos 70 para o Rio de Janeiro, onde se formou na Escola Superior de Desenho Industrial. Em 1983 exibiu seus trabalhos para o público pela primeira vez como integrante de uma coletiva na Fundação Casa de Rui Barbosa. O artista, depois de trabalhar com pintura, tornou-se um dos poucos da Geração 80 a voltar sua produção inteiramente para a escultura. Dedicado às formas tridimensionais a partir de 1984, construiu uma sólida carreira. É o autor de cinco obras públicas espalhadas por quatro cidades brasileiras, a exemplo da popular “Baleia”, situada no fim da praia do Leme no Rio de Janeiro.

 

Até 23 de setembro.

"ANGELO VENOSA NO MAM RIO"

  1. eu visitei o MAN há poucos dias com minha filha e meu neto e imaginei a pessoa talentosa que produziu esse rico trabalho.Hoje à tardinha assim que liguei a televisão o autor da obra estava sendo entrevistado pela Lilian e o sonho que ele pediu era tão simples que eu não contive por isso estou aqui tentando falar com ele para que eu possa ajuda-´lo a resolver a tosse.Eu sou fisioterapeuta e gostaria muito de ajudá-lo.Quem tiver acesso a ele por favor d~e o meu email.Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam

Sua mensagem foi enviada com sucesso!