Olá, visitante

AGENDA CULTURAL

No Museu do Amanhã

A exposição “Holocausto – Trevas e Luz”, realizada pelo Museu do Amanhã, Centro, Praça Mauá, Rio de Janeiro, RJ, em parceria com o Museu do Holocausto de Curitiba, convida à reflexão sobre a importância da convivência, e sobre como queremos viver uns com os outros, hoje e amanhã. Aberta ao público desde 26 de julho, ficará em cartaz na Galeria do Tempo do Museu do Amanhã até 15 de outubro.

 

O Holocausto foi um triste capítulo na história da humanidade. Não muito distante. Iniciado com a ascensão de Adolf Hitler ao poder na Alemanha, em 1933, e intensificado durante a Segunda Guerra Mundial, consistiu na perseguição e no aniquilamento de cerca de 6 milhões de judeus pelos nazistas e seus colaboradores. Um projeto de extermínio de um povo, amparado em sistemas burocráticos. Ciganos, pessoas com deficiência, homossexuais, negros, testemunhas de Jeová e dissidentes políticos também foram perseguidos por razões étnicas ou nacionais. Mas mesmo em condições extremamente adversas, muitos conseguiram se refugiar em outros países, outros se rebelaram e pegaram em armas para lutar, e vários conseguiram simplesmente resistir e sobreviver.

 

A exposição “Holocausto – Trevas e Luz”, realizada pelo Museu do Amanhã em parceria com o Museu do Holocausto de Curitiba, convida à reflexão sobre a importância da convivência, e sobre como queremos viver uns com os outros, hoje e amanhã.

 

Seu objetivo é reforçar a necessidade de que aprender e recordar são ações fundamentais para que o Holocausto sirva como um alerta e um ensinamento para a nossa e futuras gerações. Com isso, poderemos evitar e combater inúmeros genocídios e graves violações dos direitos humanos que continuam ocorrendo em várias partes do planeta, incluindo o Brasil.

 

É preciso promover a convivência e lidar com a diferença para que possamos seguir rumo a Amanhãs mais plurais.

 

 

Sobre o Museu

 

O Museu do Amanhã é uma iniciativa da Prefeitura do Rio, concebido e realizado em conjunto com a Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo, tendo o Banco Santander como Patrocinador Master e a Shell como mantenedora. Conta ainda com a Engie, IBM e IRB Brasil Resseguros como Patrocinadores, Grupo Globo como parceiro estratégico e o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Ambiente, e do Governo Federal, por intermédio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura. A instituição faz parte da rede de museus da Secretaria Municipal de Cultura. O Instituto de Desenvolvimento de Gestão (IDG) é responsável pela gestão do Museu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam

Sua mensagem foi enviada com sucesso!