Olá, Visitante!

11 de Dezembro de 2018

ARTISTA Floriano Texeira

Texto: Bolsa de Arte/André Seffrin



[Cotações]
Floriano de Araújo Texeira 1923, Cajapió, MA 2000, Salvador, BA

Biografia: Estudou desenho com Rubens Damasceno, em 1935, dedicando-se inicialmente à caricatura e às histórias em quadrinhos. Em 1940, incentivado por J. Figueiredo, iniciou-se na pintura. Participou mais tarde da fundação do Núcleo Eliseu Visconti (1949), ao lado de J. Figueiredo, Luci Teixeira, Ferreira Gullar, Bandeira Tribuzzi, Lago Burnett e outros. Por essa época, passou a se dedicar também ao estudo da monotipia e da xilogravura. Transferiu-se em 1950 para Fortaleza, onde participou da fundação do Grupo dos Independentes (1952), na companhia de Antonio Bandeira, Goebel Weyne, Jairo Martins Bastos e outros. Em 1964, a convite de Lina Bo Bardi, expôs no Museu de Arte Moderna da Bahia, acontecimento decisivo em sua vida, pois fixou residência em Salvador no ano seguinte e não mais se desligou do movimento artístico local. Realizou diversas outras exposições, entre as quais merecem destaque: Galeria Bonino, Rio de Janeiro (1967); Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (1969); Galeria do Cassino Estoril, Portugal (1982); Ada Galeria de Arte, Salvador (1995); MCR Galeria de Arte, Salvador (1996). Ilustrou livros de Jorge Amado - Dona Flor e seus dois maridos (1966), O menino grapiúna (1982), Tocaia grande (1984), O milagre dos pássaros (1997) etc. - e de outros autores consagrados.

Referências: Arte brasileira (Colorama, 1985), de Walmir Ayala; Uma visão da arte no Ceará (Galeria Ignez Fiuza, 1987), de Roberto Galvão; Navegação de cabotagem (Record, 1992, p. 80-1), de Jorge Amado; Os primórdios da arte moderna na Bahia (Museu de Arte Moderna da Bahia, 1998), de Sante Scaldaferri.

ok