JOÃO FAHRION (1898, Porto Alegre, RS - 1970, Porto Alegre, RS)

BIOGRAFIA:

Pintor, gravador e ilustrador, dedicou-se também ao magistério de arte. Entre 1920 e 1922, como pensionista do governo do Rio Grande do Sul, estudou em Berlim, Munique e Amsterdã. De volta a Porto Alegre em 1924, passou a colaborar na imprensa e na antiga Livraria do Globo como ilustrador de livros. Conquistou medalha de prata no Salão Nacional de Belas Artes (1924) e medalha de ouro no Salão de Belas Artes do Rio Grande do Sul (1940). Em 1952 participou da mostra Um Século de Pintura Brasileira, no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Realizou exposições individuais em Porto Alegre. Entre os livros que ilustrou para a Globo destacam-se Noite na taverna e Macário, de Álvares de Azevedo, Aventuras do avião vermelho (1936), de Erico Verissimo, e A ilha do tesouro, de Robert Louis Stevenson.  

REFERÊNCIA:

Artistas pintores no Brasil (São Paulo, 1942), de Teodoro Braga; História da pintura no Brasil (Leia, 1944), de José Maria dos Reis Júnior; O Brasil por seus artistas (MEC, 1979), de Walmir Ayala; A gravura no Rio Grande do Sul 1900-1980 (Mercado Aberto, 1982), de Carlos Scarinci; Dicionário de artes plásticas no Rio Grande do Sul (UFRGS, 1997, 1ª ed.; 2000, 2ª), de Renato Rosa e Decio Presser.

Texto: Bolsa de Arte/André Seffrin