JOAQUIM INSLEY PACHECO (?, Portugal - 1912, Itália)

BIOGRAFIA:

Pintor e fotógrafo, em 1854 radicou-se no Rio de Janeiro, onde estudou pintura com Arsênio Silva. Gilberto Ferrez informa sobre o ateliê do artista na Rua do Ouvidor 102, acrescentando que ele "participou de várias exposições nacionais e internacionais, obtendo com seus retratos e paisagens, executados pelos métodos mais avançados, quatorze medalhas", tendo sido um "apologista da chamada foto-pintura". Obteve vários prêmios nas Exposições Gerais da Academia Imperial de Belas Artes (1864, 1866, 1898) e foi condecorado Cavaleiro da Ordem de Cristo de Portugal. Foi também fotógrafo da Casa Imperial. No livro A arte brasileira, Gonzaga Duque percebeu nele o "adestrado pulso nos suaves contornos de montanhas de safira esbatidas em céus cor de turquesa", indicando os "bonitos arranjamentos de cores, bonitos e bem feitos".  

REFERÊNCIA:

A arte brasileira (Lombaerts, 1888, 2. ed. Mercado de Letras, 1995, introdução e notas de Tadeu Chiarelli), de Gonzaga Duque; História geral da arte no Brasil (Instituto Walther Moreira Salles/Fundação Djalma Guimarães, 1983), coordenação de Walter Zanini; A fotografia no Brasil: 1840-1900 (Funarte/Fundação Nacional Pró-Memória, 1985), de Gilberto Ferrez; Iconografia e paisagem: Coleção Cultura Inglesa (Pinakotheke, 1994), Carlos Roberto Maciel Levy e outros.

Texto: Bolsa de Arte/André Seffrin